Mostrando postagens com marcador Suma de Letras. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Suma de Letras. Mostrar todas as postagens

Resenha: Antes que Aconteça - Juliana Parrini

23 setembro 2016




Edição: 1
Editora: Suma de Letras
ISBN: B00S7A9JES
Ano: 2015
Páginas: 237
Sinopse:"Cumpri o que ele havia me pedido, segui em frente. Sou feliz e pretendo ter os filhos mais lindos do mundo, como sempre sonhei, com o homem que me deu a chance de amar novamente. Depois de todo o sofrimento, finalmente, colei os cacos do meu coração partido, pedaço por pedaço."
Isabel passou um ano fugindo. Depois de uma grande desilusão, ela não acreditava que conseguiria ser feliz novamente. Até que conhece Daniel e decide recomeçar. Quando Isabel finalmente dá uma segunda chance ao amor, o destino a surpreende com uma notícia que poderá mudar sua vida para sempre.
Em “Antes Que Aconteça”, o desfecho de Depois do que aconteceu, Isabel terá a chance de reencontrar o passado e lutar pela sua felicidade.
Hoje eu trago a parte dois da resenha da Duologia da Juliana Parrini, lançada pela Suma de Letras.
Essa segunda resenha é um pouco mais complicada pra escrever por dois motivos, um é escreve-la sem dar spoiler do primeiro livro (Pois eu não quero fazer isso) e dois porque infelizmente a sequência me agradou, mas não chegou nem perto do primeiro livro. Por causa da possibilidade de um spoiler indesejado, o meu resumo do livro será bem superficial, mas espero que isso deixem vocês com mais expectativas e vontade de fazer essa leitura.

Resenha: Depois do que Aconteceu - Juliana Parrini

22 setembro 2016




Edição: 1
Editora: Suma de Letras
ISBN: 8581053009
Ano: 2015
Páginas: 344
Sinopse:"O vazio deixado por Alex está sempre comigo, e isso é bom, porque essa dor me dá a certeza de que a sua existência em minha vida foi real. E o mais difícil nessa batalha que se estende dia após dia é ficar longe de quem você mais queria estar perto."
Isabel passou o último ano fugindo. Depois do que aconteceu, a jovem não acredita que conseguirá ser feliz novamente. O que ela não esperava era que o destino colocaria Daniel Clark em seu caminho. A atração entre os dois é imediata e irreversível: ao voltar para casa, a carioca Isabel não será capaz de esquecer os encantadores olhos azuis daquele cara que conheceu por acaso em plena avenida Paulista.
A partir desse dia, a tristeza de Isabel perde espaço para uma paixão que mudará a sua vida. Ficar presa ao passado vale mesmo a pena? Ou é preciso seguir em frente e dar uma segunda chance ao amor?

Resenha: Misery - Stephen King

09 agosto 2016






Ficha Técnica
Edição: 1
Editora: Suma de letras
ISBN: 9788581052144
Ano: 2014
Páginas: 326
Sinopse:
Misery - Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca. Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho.
A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.

Resenha: O Retorno de Izabel - J. A. Redmerski

10 maio 2016



Edição: 1
Editora: Suma de Letras
ISBN: 9788581052960
Ano: 2015
Páginas: 232
Sinopse: Determinada a levar o mesmo estilo de vida do assassino que a libertou do cativeiro, Sarai resolve sair sozinha em missão, com o propósito de matar o sádico e corrupto empresário Arthur Hamburg. No entanto, sem habilidades nem treinamento, os acontecimentos passam muito longe de sair como o planejado. Em perigo, Sarai nem acredita quando Victor Faust aparece para salvá-la — de novo. Apesar de irritado pelas atitudes inconsequentes dela, ele logo percebe que a garota não vai desistir de seus objetivos. Então, não há outra opção para ele a não ser treiná-la. Com tamanha proximidade, para eles é impossível resistir à atração explosiva. Nem Victor nem Sarai podem disfarçar o que sentem, ou negar o desejo que os une. No entanto, depois de tantos anos de sofrimento e tantas cicatrizes emocionais, será que eles conseguirão lidar com um sentimento como amor? Só que Sarai — novamente na pele de Izabel Seyfried — ainda terá que passar por um último teste; um teste para provar se conseguirá viver ao lado de Victor, mas que, ao mesmo tempo, poderá fazê-la questionar os próprios sentimentos e tudo que sabe sobre esse homem.

Resenha: A Morte de Sarai (Na Companhia de Assassinos #1) - J. A. Redmerski

28 março 2016


Ficha Técnica
Edição: 1
Editora: Suma de Letras
ISBN: 9788581052571
Ano: 2015
Páginas: 255

Sinopse:
A autora do best-seller de "Entre o Agora e o Nunca" e "Entre o Agora e o Sempre" traz uma história de paixão e sobrevivência.
Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte.
Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo.
Em “A Morte de Sarai”, primeiro volume da série Na Companhia de Assassinos, quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.

Lí até a Página 100 - A Morte de Sarai de J.A. Redmerski

14 março 2016


Primeira frase da página 100:
"Acho que Izel se vingou daqueles tiros que você deu nela.
 
Do que se trata o livro?
O Livro conta a história da fuga de Sarai, uma jovem que passou 9 anos em cativeiro, após ser levada a força por sua mãe para o mexico e o ex-namorado dela, um traficante de drogas, armas e mulheres ter se apaixonado por ela. Ali ela presenciou todas as barbáries possíveis, foi agredida e violentada física e psicologicamente durante anos. Até o dia em que viu em Victor, um assassino de aluguel, a oportunidade de fugir dali. 
 
O que está achando até agora?
Eu estou achando a história muito boa, o ritmo da narrativa é frenético como o de um filme de ação. É difícil tirar os olhos do papel. A temática também é bem forte e interessante, além de original.
 
O que está achando da personagem principal?
Eu estou curtindo bastante a  Sarai. O Livro sendo narrado em muitas partes pelo ponto de vista dela, dá pra notar bem o quanto ela é uma personagem forte, guerreira e que apesar de tudo o que passou, não perdeu o seu senso de justiça.
 
Melhor quote até agora:

"Você é inocente - Diz ele. - E é por isso que ainda está viva. 
 
Vai continuar lendo?
Vou sim com certeza, foi difícil até parar de ler pra escrever essa postagem. hauhauhau 
 
Última frase da página:
A única coisa boa que tiro da matéria é saber que o corpo de Lydia foi encontrado, que não foi abandonado ali para apodrecer e virar pó sem nunca ter sido identificado.

E vocês já leram o livro, conhecem???
Me contem nos comentários ♥